SIPAT: como fazer um evento legal

sipat-salú

A SIPAT está prevista nas normas regulamentadoras. A NR-5 é a instrução do governo que estabelece diretrizes para a formação da CIPA nas empresas. Essa norma lista algumas atribuições para a comissão, entre elas, a responsabilidade de realizar anualmente a SIPAT.

SIPAT é a sigla para Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho. Geralmente, esse evento conta com uma série de atividades que, além de contribuir para a conscientização dos colaboradores, podem render momentos muito legais no trabalho!

Este texto pretende apresentar um pouco mais da SIPAT e trazer ideias que podem ser experimentadas no evento da sua empresa!

Qual a importância da SIPAT?

A SIPAT é importante porque é o único evento que traz a atenção geral da empresa para saúde e segurança do trabalho. Além disso, é importante lembrar que a realização do evento é de caráter obrigatório, conforme as normas regulamentadoras.

Embora exista uma série de programas que a empresa precisa colocar em prática, como o PGR e o PCMSO, essas responsabilidades estão mais associadas à gestão, enquanto, a SIPAT, por outro lado, é um evento que envolve todos.

Para membros da CIPA, a SIPAT também é um bom momento de apresentar ações que foram feitas em benefício de uma melhor saúde e segurança do trabalho para todos. 

Já para quem não é da CIPA, o evento é uma boa oportunidade de entender mais a fundo temas que abrangem a permanência no ambiente de trabalho e propor sugestões de melhorias.

Organização da SIPAT

Como qualquer evento, a SIPAT precisa ter todos os seus detalhes idealizados com cuidado para que tudo ocorra bem e para que os retornos sejam positivos para os participantes e para a empresa.

O primeiro passo é fazer uma reunião exclusiva com os membros da comissão organizadora para discutir os pontos da SIPAT, como:

  • Semana do evento
  • Formato das atividades (presencial, online, híbrida) 
  • Temas da SIPAT
  • Orçamento disponível
  • Contratações de serviços e parcerias
  • Brindes e coquetéis
  • Cronograma de divulgação do evento 
  • Palestras e atividades (Dicas abaixo!)

É claro que a organização da SIPAT pode variar de acordo com múltiplos fatores. A cultura de cada empresa influencia na participação e no engajamento dos colaboradores nas atividades. 

Por essa razão, o RH deve participar ativamente da organização do evento junto com a CIPA e com o SESMT. É necessário criar uma comissão organizadora exclusiva para a SIPAT. 

As pessoas da organização devem contatar diferentes áreas a fim de mapear necessidades e possíveis temas de interesse que tenham relação com saúde e segurança do trabalho.

Contudo, é muito importante que os integrantes da CIPA sejam embaixadores do evento na empresa e que destaquem sua importância, tanto para os participantes quanto para as lideranças decisivas para a realização da SIPAT. 

Saúde e segurança do trabalho são aspectos fundamentais para a existência de qualquer organização, e a SIPAT deve funcionar como uma oportunidade coletiva de abordar assuntos desses âmbitos. 

Para te ajudar a promover uma SIPAT marcante, separamos algumas dicas para temas de palestras e atividades. Confira a seguir!

Como pensar temas para palestras da SIPAT

A NR-5 não determina temas específicos para serem abordados na SIPAT. Aliás, por se tratar de prevenção de acidentes no trabalho, existe uma gama extensa de temas que podem ser considerados. Isso também varia de acordo com o ramo da empresa e com o grau de risco das atividades exercidas.

É comum que alguns temas se repitam anualmente, afinal, existem reflexões sobre SST que são sempre válidas de serem reavivadas. Por outro lado, abordar assuntos atuais é uma boa maneira de tornar o evento mais convidativo para os participantes. 

Para saber quais temas estão mais em alta na empresa, é bom conversar com os gestores das áreas e entender quais as questões, queixas ou comentários de saúde e segurança do trabalho que os colaboradores apontam no dia a dia. 

Uma mão na roda!

Nesse sentido, os usuários do portal do RH da Salú têm uma grande vantagem. Pelo sistema, é possível ter acesso às informações de anamnese de toda a base de colaboradores. 

Com esses dados, é possível saber, por exemplo, a porcentagem de pessoas que se sentem ansiosas, deprimidas ou que gostariam de parar de fumar e, assim, direcionar os esforços da SIPAT para os temas que façam mais sentido para o público da empresa (converse com alguém do time para saber mais).

Temas para palestras da SIPAT

No geral, os temas precisam ter alguma conexão com assuntos de saúde ocupacional, saúde geral, cuidado e prevenção de acidentes, seja no ambiente de trabalho ou em casa – considerando o trabalho híbrido/remoto.

Um ponto muito importante: não é ideal que treinamento típicos da CIPA, como evacuação do prédio em casos de emergência, aconteçam na SIPAT. Esse evento tem outras coisas como foco, e o treinamento pode ocorrer em outros períodos do ano. 

Sem mais delongas, veja abaixo sugestões de temas para palestras da SIPAT. 

E antes de começar a lista, também já vai uma dica: tente deixar os títulos das palestras o mais atrativos possível. 

  1. Ergonomia no trabalho remoto
  2. Ergonomia no trabalho em escritórios
  3. Como conseguir ter uma boa noite de sono
  4. Tripla jornada de trabalho: impactos na saúde
  5. Ansiedade e depressão por fatores de trabalho
  6. Proteção contra raios UV e cuidados com a pele
  7. Uso de substâncias químicas e redução de danos
  8. Como lidar com o medo em situações do trabalho
  9. Exercícios laborais no trabalho presencial e remoto
  10. Sem tabus: a importância da psicoterapia para a vida
  11. Momentos de descompressão: a importância das pausas
  12. Como manter uma relação saudável com as redes sociais
  13. Saúde sexual e Infecções sexualmente transmissíveis (ISTs)
  14. Como evitar a Síndrome do Esgotamento Profissional (Burnout)
  15. Como o lazer ajuda a ter uma vida melhor dentro e fora do trabalho
  16. Como conciliar uma alimentação saudável com a rotina de trabalho
  17. Meditação: saiba os benefícios e como encaixar essa prática na rotina  

Dicas para ter engajamento na SIPAT

Para ser um sucesso, não basta apenas informar que a SIPAT irá acontecer:  é preciso despertar o interesse das pessoas pelos conteúdos que serão abordados na Semana. Aliás, uma das missões da SIPAT é mostrar que aprender sobre saúde e segurança do trabalho gera impactos positivos em nossas vidas. 

Por um lado, é necessário que a divulgação seja instigante; por outro, a organização do evento precisa garantir que as expectativas geradas na divulgação sejam correspondidas durante o evento. 

Por essa razão, muitas empresas costumam utilizar táticas de engajamento com colaboradores. Assim como os temas, isso pode variar de acordo com a realidade de cada empresa, mas de modo geral, existem alguns conhecidos caminhos que podem ser seguidos para fazer a SIPAT brilhar.

Gincanas e competições

No geral, as pessoas gostam de desafios e jogos. Propor uma gincana entre diferentes grupos, ou mesmo entre as áreas, pode ser uma boa maneira de ajudar a passar as mensagens da SIPAT. 

Dica: Um jogo seria identificar pela empresa os pontos de risco e os equipamentos de segurança do trabalho, como extintor e mangueira de bombeiros. Venceria o grupo que conseguisse mapear mais. 

Concursos internos

Anunciar um concurso pode ser estimulante do ponto de vista da criatividade, ainda mais se a competição tiver um reconhecimento dos destaques com medalhas, troféus e prêmios.

Dica: Um concurso legal para se fazer é o da melhor placa instrutiva de como se usar um extintor, por exemplo. Depois de uma revisão técnica do passo a passo, o melhor modelo de folder pode ficar exposto próximo aos extintores de incêndio da empresa.

Coffe break temático

A comida une as pessoas. O próprio Guia Alimentar para  População Brasileira tem uma seção inteira sobre comensalidade, ou seja, sobre as circunstâncias nas quais nos alimentamos. O ambiente e a companhia podem potencializar o prazer de comer.

Dica: Um coffee break temático é uma maneira gostosa de falar sobre saúde e segurança do trabalho. Pensar a decoração dos lanches, ou mesmo espalhar mensagens pelas ilhas de alimentos, ajuda na fixação dos temas de abrangência da CIPA.  

Massagem, ginástica e SPA

Autocuidado faz parte da manutenção da saúde pessoal, e isso logicamente impacta a vida no trabalho. 

Dica: Contratar serviços de massoterapia, ginástica laboral ou serviços de SPA (unhas, peeling, hidratação) pode ser um grande diferencial para a SIPAT, já que a maioria das empresas não promove esse tipo de atividade cotidianamente. 

Brindes

Criar uma memória sobre os aprendizados da SIPAT é muito importante. Como já dizemos aqui, as pessoas adoram receber brindes. Por isso, pensar em objetos que simbolizam os temas de saúde e segurança do trabalho pode ser muito eficaz, e quanto mais uso prático o brinde tiver, melhor. 

Dica: Um calendário de mesa com imagens educativas sobre os temas da SIPAT, ou mesmo com fotos do evento. Outra ideia legal é produzir um baralho com informes de segurança do trabalho, ele pode ter regras próprias de acordo com os temas.  

Meditação guiada

Ainda na esfera do autocuidado, a saúde mental demanda atenção especial e cuidados específicos. Por isso, é muito importante incentivar hábitos que favoreçam a manutenção da saúde mental dos colaboradores.

Dica: Contratar um profissional de ioga para conduzir uma prática de meditação guiada durante o evento. Esse momento irá propiciar um estado de tranquilidade e equilíbrio para os colaboradores, além de um bem-estar memorável. 

Oficinas

Colocar a mão na massa é uma maneira divertida de aprender coisas. No dia a dia corrido das empresas, são raros os momentos de atividades manuais ou que não dependam da interface de um computador. Mas práticas manuais têm muitos benefícios para o cérebro, inclusive para a absorção de conteúdos.

Por essa razão, preencher o cronograma da SIPAT com diferentes tipos de oficinas pode enriquecer o evento, além de promover engajamento.

Dica: Algumas dicas de temas para oficinas são: 

  • Receitas práticas para lanches saudáveis
  • Como destravar um extintor
  • Como montar um cronograma semanal de atividades físicas
  • Como trançar o próprio cabelo (Ainda na linha do autocuidao)

Precisou de ajuda? Chama a Salú!

A Salú é parceira do RH em assuntos de saúde corporativa  e segurança do trabalho. Além de cuidar de toda a parte burocrática e operacional, como o eSocial, o sistema do RH gera insights preciosos para que o RH da sua empresa se torne mais estratégico. 

Vem conversar com a gente e entenda como podemos te ajudar a construir um ambiente mais saudável e seguro na sua empresa. 

Converse com a Salú!

banner-salu-saude-ocupacional

Mais Lidos